LUGARES DE LEITURA

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

BARCO NO HORIZONTE ( WALDECK)


NÃO POSSO TE LEVAR COMIGO PORQUE SERIA MUITO EGOISMO
MAS PEGUE MEUS RESTOS E JOGUE NO MAR NA ALEMANHA
PRA LONGE DESSAS LEMBRANÇAS

E NÃO ME DEIXE ESQUECER
QUE O FUTURO REALMENTE É INCERTO
QUE OS SINAIS EXISTEM
E FECHAMOS OS OLHOS

QUANTAS COISAS EU DEIXEI PASSAR
QUANTAS COISAS EU DEIXEI DE VIVER

E AGORA ME ENTREGO A MINHA DOR
AO MEU CIGARRO NO CINZEIRO
AO COMBÚSTIVEL FALSO DE ILUSÕES

QUERO ESSA DOR LONGE DE MIM
DE VOCÊ
E QUANDO EU FOR
NÃO QUERO QUE CHORES POR MIM

VIVER
É ALGO ESQUISITO
RESPIRAR
EU FAÇO FORÇAS POR UM POUCO DE AR

ONDE ESTÁ O DESTINO ?
AO CONTRÁRIO DO QUE VEJO
VEJO SEMPRE FLORES MORTAS AO MEU LADO
VEJO ANJOS ME LEVANTANDO
PRA UM LUGAR QUE EU NÃO SEI FICAR

EU ME PROCURO EM SEUS OLHOS
E TUDO QUE FAÇO
PARECE TÃO INCONSTANTE

SE UM DIA VOCÊ SE ESQUECER DO MEU ANIVERSÁRIO
ESQUECER DE MINHAS FLORES
NÃO SE CULPE AMOR
O TEMPO APAGA TODO MISTÉRIO DA MORTE

ALGUMAS PESSOAS SE SEPARAM
OUTRAS SE ENCONTRAM
ISSO TUDO É NORMAL

COM O TEMPO TUDO VAI APAGAR
AS LEMBRANÇAS
OS SONHOS
OS DESEJOS
OS ERROS

DEIXO AQUI MEU ESPAÇO NA VIDA DE ALGUÉM
QUE REALMENTE ME AMOU
ESSAS NOITES SEM FOLEGO VÃO ACABAR
E EU VOU DANÇAR NO VENTO DA NOITE

VENTOS FRIOS SERÃO ALIVIO
SERÃO FLORES EM MEU NOME
EU PRECISO FICAR SOZINHO
RESPIRAR NESSAS NOITES
QUE ME MATAM AOS POUCOS





4 comentários:

Ariadne Cavalcante disse...

Gostei muito do seu modo de escrever! Parabéns pela poesia! Agora eu convido você a visitar o meu blog e minha página no Recanto! Beijos!

http://recantodasletras.uol.com.br/autores/ariadne

Ariadne Cavalcante disse...

OI amigo, estou seguindo o seu blog, gostaria que seguisse o meu também! Beijos!

Monalisa disse...

Adorei o texto, as palavras fazem a gente viajar e imaginar estar dentro so sentimento do poema.

GORDURINHA NETO disse...

obrigado