LUGARES DE LEITURA

segunda-feira, 27 de julho de 2009

TANTAS COISAS ( waldeck luiz )

MUITAS COISAS EU QUERO DIZER
MUITAS COISAS EU QUERO FALAR
COISAS QUE ESTÃO PERDIDAS NO MEU PEITO

VOU CONTAR COMO TUDO ACONTECEU
VOU MOSTRAR COMO SÃO AS COISAS

EU QUERO TE FALAR
COMO O TEMPO PODE
ACABAR
COM O QUE EXISTE DENTRO DO PEITO

E NÃO ME VENHA DIZER
QUE O TEMPO PASSA
QUE O TEMPO CURA TODA DOR

OLHA PRA O QUE EU VOU TE FALAR
AS MÚSICAS ESTÃO AQUI
PRA EU DESABAFAR
QUERO TE VER CANTAR
O QUE O TEMPO PASSOU

VAMOS RELEMBRAR
O QUE O PASSADO NOS DEIXOU
O QUE GORDURINHA NOS CONTOU
COM PARTES IGUAIS

TENHO MUITAS COISAS PRA CANTAR
EU QUERO ME DESABAFAR

quinta-feira, 9 de julho de 2009

ENGRAÇADO

WALDECK LUIZ

NÃO SEI DIZER O QUE DIZER

O QUE FALAR NESSAS HORAS DE SOLIDÃO

O QUANTO EU PRECISAVA

NO FUNDO DE UMA GARRAFA

EU VEJO O QUANTO EU ESTOU SOZINHO

SEM NINGUÉM

PREOCUPADO COMIGO MESMO

SEM ME ALTERAR

POIS MEU MUNDO É SÓ ILUSÃO

NESSE VENDAVAL DE FLORES MORTAS

E SEMPRE QUE EU OLHO EM SEUS OLHOS

EU SINTO MEU AMOR

POR VOCE

EU NÃO SEI VIVER SEM VOCÊ

JA ESCREVI TANTAS COISAS

................. ALHEIAS

MAS NUNCA ESCREVI O QUANTO EU AMO VOCÊ

TODA VEZ QUE EU TE OLHO

QUE EU PENSO EM VOCÊ

O MEU AMOR

SE DILATA EM LÁGRIMAS

EU ACHO ENGRAÇADO

COMO A GENTE NUNCA DIZ O QUE SE DEVE DIZER

COMO AS VEZES, SEMPRE ERRAMOS

EM NUNCA DIZER

O QUANTO AMAMOS O PRÓXIMO

(PARA MEU FILHO JOÃO PEDRO)