LUGARES DE LEITURA

sábado, 27 de outubro de 2012

TEMPO




Eu preciso lutar contra o tempo
Fugir dessas barreiras sentimentais
Faz quanto tempo que a gente não se olha
Já não somos mais os mesmos
Nosso amor já não é mais real
Eu recrio o bem e o mal
Mas antes deito no quarto escuro e me pergunto porque
Agora as minhas mentiras se tornaram verdades
Suas razões me completam
Eu vejo o tempo passar
E não arrumamos tempo pra se abraçar
Mas quando eu escrevo meus versos 

SEXO


Sentado
Deitado
De lado
Na privada
Na cama
No sofá
No térreo
No chão
Até suar
Por obrigação
Por amor
Por paixão
Sem palavras
Com gemidos
Com dor
Sem dor
Pra casar
Sem casar
Pra namorar
Pra amaciar
Pra lembrar
Pra terminar
Pra usar
Pra pagar
Aos domingos
Nos feriados
Na madrugada
Ao amanhecer
Na chuva
Ao chorar para rir
Até o fim
Pra gozar



















PASSOS NO CORREDOR DA MORTE




Os passos vazios
Seu corpo deitado na cama nua.
E eu sozinho no quarto
Procuro não adormecer
No nosso universo, nossa cama é pequena.
Seus beijos são cheios de magia 

domingo, 21 de outubro de 2012

SOMOS DOIS TRISTES



( Sheila Ali Ghazzaoui – Waldeck Luiz )

Somos assim porque a vida nos escolheu
Com muita serenidade, para equilibrar
Precisamos desdramatizar  e resignar
Para tentar ser feliz
Ser diferente é ser normal

Para entender um choro, uma vida e um sonho
Os pensamentos mais belos
Ou até mesmo uma saudade que insisti em ficar no peito
Às vezes é melhor nem ter razão