LUGARES DE LEITURA

segunda-feira, 27 de maio de 2013

A SALVAÇÃO DO NÔMADE


 


SEUS DESEJOS

IDEIAS

SEUS MOMENTOS DE FÚRIA

ESTOU DIANTE DE CAMINHOS

EU SIGO ESTES CAMINHOS

A VIDA SEMPRE ME MOSTRA NOVAS PESSOAS

PESSOAS FRIAS

EU SENTO NA FRENTE DA T.V

E PARECE QUE EU VOU MORRER MAIS CEDO

ENTAO PEGO O CARRO E SAIO NA ESTRADA

E NA RÁDIO EU ESCUTO IRA!

E EU TAMBÉM PENSO PRA ONDE EU VOU

DEIXO AS LUZES BAIXAS

E OS OLHOS ATENTOS

O CORAÇÃO TRINCADO NO MEIO DO CAMINHO

E OS PÉS PRESOS NO PEDAL

110, 120, 130...

NA CENA DO CRIME EU VIA VOCÊ

ESSA HISTERIA NO CORREDOR

EU SÓ QUERIA TER VOCÊ

EU SEMPRE ESPERO VOCE APARECER

NA JANELA DA SUA CASA

EU ESPERO QUE UM DIA VOCE SENTE AQUI

E NA ESTRADA VAMOS CORRER

TALVEZ FUGIR

EU NÃO AGUENTO MAIS ESPERAR

VOCE OLHAR PRA MIM

E ME DAR UMA ESPERANÇA
 
E QUANDO VOCÊ RESOLVER APARECER
 
EU QUERO ESTAR NA METADE DO CAMINHO
 
PRA PODER VOLTAR QUANDO VOCÊ PEDIR
 
110,120,130...
 
EU QUERO SIMPLISMENTE OLHAR SEU OLHAR
 
E TER CERTEZA
 
E A CHUVA SE CONFUNDI COM MINHAS LÁGRIMAS
 
EU QUERO ENTENDER O PORQUE DE TUDO ISTO
 
NADA MAIS ME FAZ SENTIDO
 
NESTA ESTRADA SEM FIM
 
EU NÃO AGUENTO MAIS ANDAR SOZINHO
 
para uma mulher especial ( adriana )
 
 
 

 

Nenhum comentário: