LUGARES DE LEITURA

terça-feira, 26 de abril de 2011

TEMPOS MODERNOS  

Quantos dias eu esperei
Eu não sei mais que dia é hoje
Eu perdi a noção do que é noite
Quantos anos eu perdi
E os que eu vivi

Eu vou tentar me lembrar
Quantas vezes eu te beijei
Quantas vezes eu só te olhei

E os meus desejos eu escondi
Tá dificil de esconder
Onde vamos flutuar
Eu te pergunto onde vamos cair

Nessa tentação
Esses velhos sentimentos

Eu te dei minha vida
E meus sonhos em um mundo invisivel

Eu vi um retrato seu
Sorridente sem eu
E isso me doeu
Eu nem sei porque
Porque eu queria estar nesse retrato

Se eu calei , foi para nao te magoar
Se eu fugi, foi pro seu bem

E hoje vejo seu retrato
Quantas flores jogadas no chão
Esse lugar bonito
Um paraiso nos meus olhos
Eu nem posso acreditar que eu vi um lugar assim

A natureza misturada com a beleza de seu corpo
Seus cabelos
Seu cheiro

Mas eu posso observar seus movimentos
Leves junto com o vento em seus cabelos
Mesmo longe um do outro
Apenas um sorriso em uma foto
Imagino que você pensou em mim nesse momento

Te imagino aquí
Sentados na frente da montanha
E o sol nascendo na madrugada


Waldeck Luiz Macedo de Souza (gordurinhaneto)

Nenhum comentário: